Acne: Tipos, Causas e Tratamentos

acne

É frequente nos consultórios dos dermatologistas a vinda tanto de adolescentes como de pacientes adultos, com idades das mais variáveis, queixando-se de espinhas. A chamada Acne Vulgar, por exemplo, pode acometer comumente os jovens, mas sua modalidade conhecida como Acne Adulta, que atinge pessoas de 30, 40, 50 ou 60 anos não é incomum.

O que é Acne e os tipos de Acne:

Acne é a erupção cutânea que se caracteriza pelo aparecimento de lesões inflamadas, com pus, oleosidade, cravos, que podem deixar cicatrizes. Classifica-se de acordo com suas características clínicas:

  • Acne Vulgar – caracteriza-se por lesões inflamadas, pontos de pus, cravos;
  • Acne Cosmética – cravos fechados, espinhas pequenas, sinais de obstrução cutânea;
  • Acne Rosácea – predominância de vermelhidão, espinhas vermelhas e vasos, sem cravos ou com poucos comedões;
  • Acne Androgênica – ocorre por alteração hormonal, tomada de hormônicos masculinos e anabolizantes, uso de implantes para cessar a menstruação. Espinhas resistentes em queixo, face, pescoço, costas e colo;
  • Dermatite Perioral – quadro que se assemelha a acne, mas é causado por uso de produtos inadequadamente, espinhas rebeldes na região do queixo;
  • Acne Medicamentosa – decorrente da ingestão de corticoides ou da administração de hormônios e anabolizantes.
  • Resultado de imagem para pele com acne

A Acne Vulgar resulta de um excesso de estimulação das glândulas sebáceas, sensíveis aos hormônios masculinas, que as mulheres também têm em pequena escala. As glândulas estimuladas trabalham muito, secretam muito sebo que acaba por obstruir os poros, tornando-os dilatados, formando cravos. Estes se contaminam por bactérias, resultando em espinhas.

A Acne Cosmética é decorrente do uso inadequado de cosméticos gordurosos, à base de óleos, lanolinas, graxas, que “entopem” os poros.

A Acne Rosácea pode ser consequência de estresse, desequilíbrio do organismo, abuso de comidas muito apimentadas, álcool, condimentos, e vem acompanhada de vasinhos vermelhos e uma sensibilidade exacerbada ao sol. Nota-se relação com alimentos muito calóricos, “não-saudáveis” como álcool, condimentos, gorduras e baixo teor de vegetais na alimentação.

Na Acne Androgênica, os hormônios masculinos hiperestimulam o funcionamento das glândulas sebáceas através do aumento de seu metabolismo.

Dermatite Perioral, com aspecto semelhante à acne comum, bolinhas vermelhas que custam a desaparecer, em torno do queixo e nariz. Pode resultar do uso de cremes de corticoide por longo tempo, ou baixa de resistência, ocasionando proliferação de bactérias locais.

Pele Oleosa

Não são somente as pessoas que sentem a pele oleosa que apresentam Acne! Muitas vezes há sensação de intenso ressecamento, o que a leva a usar cremes consistentes, que agravam ainda mais o problema. A oleosidade é reflexo do excesso de trabalho das glândulas sebáceas e todo esse mecanismo está envolvido na obstrução e contaminação da pele por bactérias.

Estresse

O estresse tem relação com a acne adulta, porque faz com que aumente a captação periférica de hormônio masculino (mesmo nas mulheres) pela pele, mesmo que a produção deste hormônio esteja normal. A queda de resistência ocasionada pelo estresse permite que bactérias, até então inofensivas, tornem-se agressivas e danosas à pele.

Tratamentos para Acne

  • Tratamento para Acne é feito de acordo com cada caso e inclui:
  • Sabonetes à base de sulfacetamida sódica, ácido salicílico, enxofre;
  • Loções Adstringentes contendo antibióticos como clindamicina e eritromicina;
  • Cremes e géis oil free com Ácido Glicólico e Ácido Retinóico;
  • Antibióticos como Minociclina via oral;
  • Isotretinoina via oral: é muito efetivo. Toma-se durante certo tempo para se atingir a dose ideal, calculada por Kg de peso, e este tempo pode se estender entre 9-10 meses, porém no segundo ou terceiro mês a pele já está muito bonita. A vantagem deste medicamento é o caráter quase definitivo da cura da acne. Num primeiro tempo pode haver até piora inicial do quadro, se tratando de Acnes severas, mas logo depois o resultado é esplendido.

Resultado de imagem para pele com acne

Procedimento Especiais – complementam o tratamento

Limpeza de Pele – onde os cravos pretos e os cravos brancos fechados são retirados, para que não se transformem em espinhas;

Peelings suaves, médios ou profundos, à base de ácidos especiais, eliminam manchas, marcas e cicatrizes;

Fotobiomodulação – banhos de luzes como a Blue Light ou Red Light, de equipamentos como Multiwaves, desinflamam, secam e refinam a pele;

Preenchimento de Cicatrizes – com materiais injetados que “levantam” o tecido deprimido;

Quantum – equipamento de luz intensa pulsada, para alisar cicatrizes e diminuir a vermelhidão da pele.

Tratamentos “alternativos” no sentido “não científico” da palavra deve ser absolutamente evitados. Com o progresso da ciência, dos conhecimentos, dos medicamentos, não há porque não usufruir dela.

Orientações Gerais

Deve-se evitar a manipulação leiga e deve-se debelar a inflamação o mais precocemente possível, já que as marcas são decorrentes de espinhas, processos inflamatórios, que quanto mais duradouros, mais consomem os tecidos marcando a pele com manchas e depressões localizadas. Enquanto houverem manchas avermelhadas, a proteção solar é importantíssima, já que as peles morenas mandam pigmento melânico (melanina) para os processos de cicatrização. Isto poe incorrer em manchas castanhas nos locais onde haviam espinhas.

Acne Solar

O Sol numa primeira fase pode ter efeito secante, antiseborreico, antibacteriano e anti-inflamatório, melhorando a Acne. Com excesso de sol, a resistência local cai e as condições pioram, surgindo inclusive o que chamamos de Acne Solar com inúmeras espinhas pequenas, sensíveis, levemente doloridas (principalmente nas costas e região do colo), mais resistentes ao tratamento. Para tratar esta condição é preciso diminuir a exposição solar, usar filtros não gordurosos, aplicar loções de antibióticos e por vezes até tomá-los via oral.

Bjss até á próxima!

9 Comments on Acne: Tipos, Causas e Tratamentos

  1. Joana D'Arc
    27 de setembro de 2016 at 15:08 (12 meses ago)

    Oi!!
    Não sabia que tinha tantos tipos de acne, o meu é o terceiro.
    Minha pele é oleosa, tenho que tomar muito cuidado para não ficar cheia de acne. Faço sempre limpeza de pele 🙂
    Bjo

    Responder
    • bruna
      27 de setembro de 2016 at 17:48 (12 meses ago)

      Oii Joana, que bom que o post ajudou vc identificar seu tipo de acne, cuide sempre… o resultado será excelente!

      Responder
  2. Aryana
    27 de setembro de 2016 at 18:48 (12 meses ago)

    Nossa , não sabia que existia tantos tipos de acne. Amei seu post. Bem informativo. Minha pele é super oleosa, então imagine né?
    Um beijo e fique com Deus.

    Responder
  3. Nathy
    27 de setembro de 2016 at 22:12 (12 meses ago)

    Minha nossa senhora da bicicletinha pois ta ai que eu não sabia que tinha todo esse tipo de acne. Pq pra mim acne e acne e pronto rsrsrs. Vivendo e aprendendo

    Responder
  4. Eliane Siais
    27 de setembro de 2016 at 23:04 (12 meses ago)

    Adorei o post super completo
    nunca tive este mal,as vezes aparece 1 mas logo vai embora
    bjss

    Responder
  5. Djessica Prado
    28 de setembro de 2016 at 06:22 (12 meses ago)

    Ótimas dicas. Eu sofro com cravos e espinhas a tanto tempo … Até parece que a adolescência não passou hahahaha

    Responder
  6. Gisele Rocetti
    28 de setembro de 2016 at 14:09 (12 meses ago)

    Parabéns pelo texto! Super informativo!
    Cada pele requer um tipo de cuidado, mas todos nós devemos cuida-la né!
    Um beijo

    Responder
  7. Simara
    28 de setembro de 2016 at 15:22 (12 meses ago)

    Muito boa postagem! Não sabia que tinha tandos tipos diferentes de acne, sempre sofri com esse problema, eu descuido da pele elas aparecem…

    Responder
  8. Renata
    29 de setembro de 2016 at 01:35 (12 meses ago)

    Ninguém merece, né? Pra mim, que vira e mexe preciso fazer vídeos, é um pesadelo quando no dia da gravação aparece uma bem onde não deveria… Mas quando são muitas, vale a pena ir ao dermatologista, já vi muita gente se curar totalmente. bjs!

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Comment *